Nota de Pesar – Armanda Passos (1944-2021)

Nota de Pesar – Armanda Passos (1944-2021)

Armanda Passos nasceu em 1944 no Peso da Régua e viveu e trabalhou no Porto. Licenciou-se na Escola Superior de Belas Artes do Porto quando já tinha formado família e tinha filhos.

A obra da artista está presente em várias coleções, como o Museu Nacional de Arte Contemporânea, o Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, a Fundação de Serralves e o Museu Amadeo de Souza-Cardoso, assim como o Museu do Douro, no Peso da Régua, fruto de uma doação de 83 obras que a pintora fez e que estão expostas em permanência desde maio.

A par do percurso artístico, iniciado nos anos 1970, Armanda Passos foi professora de Tecnologia da Serigrafia no Centro de Reabilitação Vocacional da Granja e monitora de Tecnologia da Gravura na Escola Superior de Belas Artes.

Entre as distinções que recebeu destaca-se o segundo prémio do Ministério da Cultura (1984, Exposição Homenagem dos artistas portugueses a Almada Negreiros em 1984, Lisboa) e a atribuição da Comenda da Ordem de Mérito (2012) da República Portuguesa.

Armanda Passos era associada da Sociedade Nacional de Belas Artes.

Partilhe
Share on facebook
Share on linkedin