Nota de Pesar – Ema Berta (1944-2021)

Nota de Pesar – Ema Berta (1944-2021)

Nota de Pesar – Ema Berta (1944-2021)

Licenciada em Artes Plásticas e Pintura na Faculdade de Belas-Artes de Lisboa, foi professora de desenho na Fundação Ricardo Espírito Santo e ativa em Portugal, França e Canadá.

Com uma carreira vasta centrada numa arte figurativa de pendor figurativo expressionista, explorou o universo feminino numa tendência que se manifesta de modo consistente e inconfundivel. Pintou as seguintes séries: Seres Felinos, Elasippos, Meninas, Florestas e Mares, Florestas do Arco-Íris, Índios e Outras Gentes, entre os anos 80 e a atualidade. Expôs individualmente na Galeria Tempo, Galeria E. G., Galeria da Caixa Geral de Depósitos, Paris, França; Embaixada de Portugal, Paris, França, Galeria Clube 50, Galeria Barata, Palácio Nacional de Mafra, Museu da Água / EPAL, Galeria Ygrego, Espace Alliance Française, Galerie Etienne de Causans, Paris, Galerie Claude Lemand, Paris, Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, Chaves.

Escreveram sobre o seu trabalho, entre outros, António Bacalhau; António Viana; Claude Lemand; Cristina Azevedo Tavares; David Mourão-Ferreira; Edgardo Xavier; Eurico Gonçalves; Fernando de Azevedo; Jaime Silva; João Pinharanda; Jorge Guimarães; Lagoa Henriques; Liberto Cruz; Luísa Soares de Oliveira; Margarida Botelho; Margarida Calado; Pierre Lévy-Soussan; Sílvia Chicó; Vasco Graça Moura; Vítor Serrão.

Ema Berta era associada, e fez parte da direcção da Sociedade Nacional de Belas Artes, onde expôs individualmente em 1987, 1988, 1991, 1993, e 2015.

Partilhe
Share on facebook
Share on linkedin